Asked By: Connor Patterson Date: created: Dec 14 2023

O que fazer quando se tem alergia a papel higiênico

Answered By: Sean Foster Date: created: Dec 15 2023

Talvez você seja alérgica a papel higiênico e nem saiba. Descobrir (de repente) que sua vulva ou está dilatada, dolorida ou inchada nunca foi e nem será experiência divertida, mas isso é bastante normal. Mas, você já parou para pensar que esse incômodo pode significar que você é alérgica a papel higiênico? Pois é.

  1. Existem vários motivos para o ou irritação: uma, lesão ou até mesmo uma noite de sexo intenso.
  2. E, sim, os especialistas concordam que o papel higiênico também pode causar alguns desses problemas.
  3. O papel higiênico pode irritar sua vulva e vagina, especialmente se você tiver uma pele sensível”, diz a médica obstetra e ginecologista Pari Ghodsi.

O médico Michael Ingber, uroginecologista do Centro de Saúde Especializada para Mulheres, observa também que o papel higiênico, na verdade, pode causar todos os tipos de infecções se não for usado corretamente. Mas calma, não entre em pânico – provavelmente você já está usando o papel higiênico de uma forma muito segura e eficaz.

  • Perguntamos aos especialistas quais problemas ocorridos da cintura para baixo podem ser causados pelo item e o que fazer para solucionar essa ~tensão~.1- Reação alérgica Tecnicamente, você pode ser alérgica a certos produtos químicos, como fragrâncias, usadas em seu papel higiênico.
  • Isso pode causar um caso de vulvite, uma condição que geralmente se manifesta como uma coceira, queimação, vermelhidão ou inchaço.

Se você notar esses sintomas depois de usar um novo tipo de papel (especialmente se for perfumado), troque de marca.

2- Infecções por fungos 3- Micro cortes

Esse é um motivo comum para evitar papel higiênico com cheiro. Os produtos químicos usados para criar a fragrância podem alterar o pH normal de sua vagina e levar a uma infecção por fungos, diz a doutora Jessica Shepherd, professora assistente de obstetrícia clínica e ginecologia e diretora do departamento de Ginecologia Minimamente Invasiva da Faculdade de Medicina da Universidade de Illinois em Chicago.

Se você acha que seu papel higiênico pode ser a causa de infecções recorrentes, mude para um tipo hipoalergênico, recomenda Ghodsi.Sim, limpar de forma muito brusca ou usando um papel higiênico áspero pode provocar pequenos cortes na sua vulva. “O tecido nessa área é muito delicado, então você deve se certificar de que não está limpando de forma muito áspera”, diz Shepard.

Esses micro cortes podem causar irritação, inchaço e até mesmo uma infecção se não forem tratados de maneira adequada, diz Ingber. É por isso que os especialistas também recomendam que você, sempre que puder, dê toques leves em vez de limpar esfregando.1 de 1 papel higiênico (Foto: getty Images) — Foto: Glamour papel higiênico (Foto: getty Images) — Foto: Glamour 4- Infecção urinária Pode parecer estranho que o material que você usa para limpar a urina também possa causar uma infecção urinária, mas o negócio é o seguinte, segundo Ingber: a uretra feminina (o local de onde sai o xixi) é curta e as bactérias não precisam viajar muito para entrar na sua bexiga.

Ao limpar de trás para a frente, você pode empurrar as partículas fecais, que podem contribuir para uma infecção urinária, em direção ao interior da uretra, de onde podem subir até a bexiga e causar uma infecção. É por isso que Ingber (e a maioria dos médicos) recomendam limpar de frente para trás, mantendo as bactérias na parte de trás, onde elas devem ficar.5- Inchaço na região Muitos papéis higiênicos têm fragrâncias, tinturas e outros produtos químicos que podem irritar a pele e fazer com que você se dilate ou sinta um inchaço, diz Ingber.

E, ele ressalta, se seu papel higiênico for branco, pode conter alvejante, o que pode incomodar sua vagina. A limpeza excessiva também pode inchá-la, diz Ghodsi. Se notar inchaço, uma opção é tentar um papel higiênico mais macio. Se você notar que sua vagina está tendo qualquer um dos problemas acima e recentemente mudou de marca de papel higiênico, o primeiro passo é parar de usar o novo, diz Ghodsi.

Asked By: Cameron Hayes Date: created: Aug 20 2023

É possível ter alergia a papel higiênico

Answered By: Joseph Alexander Date: created: Aug 23 2023

Você pode usar papel higiênico, só não pode esfregar O uso do papel higiênico é tão rotineiro que não paramos para questionar se é, de fato, higiênico ou não se limpar com ele. Por incrível que pareça, passar o papel nas partes íntimas não é a melhor solução para manter a limpeza, mas isso não quer dizer que o hábito deve ser interrompido.

  1. De acordo com Márcia Araújo, ginecologista da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), o papel higiênico não limpa totalmente e essa falta de excelência em sua função pode acabar nos prejudicando.
  2. Mas se usado de forma correta, o papel continua sendo nosso aliado.
  3. O primeiro passo para fazer bom uso do papel higiênico é que entender que ele é usado para secar ou limpar os excessos, não para esfregar na pele.
You might be interested:  Qual Amelhor Panela Para Quem Tem Alergia A Niquel

“Principalmente para as mulheres ao fazer xixi, é importante não ficar esfregando, pois pode ferir a região genital. O papel higiênico é usado para ser comprimido contra a pele, sem causar atrito”. Alergia A Papel Higienico O Que Fazer Papel colorido pode causar alergias Imagem: Getty Images Além disso, a ginecologista afirma que é muito comum ter alergia ao papel, pois ele contém produtos químicos que podem gerar uma dermatite de contato. Quanto mais características o papel tiver, como cor ou perfume, maior será a chance de alergia na região íntima.

“Existem até casos em que os produtos branqueadores do papel, os alvejantes, causam irritação”, afirma Márcia. Falando em “número dois”, os homens podem confiar mais no papel higiênico do que as mulheres, uma vez que o ânus e o buraco da uretra no pênis ficam distantes e as chances de contaminação são menores.

Já as mulheres precisam ficar atentas: “”É preciso sempre limpar o ânus tomando cuidado para não levar resquícios de fezes para a vagina. Uma vez que isso acontece é possível gerar inflamação, corrimento ou infecção vaginal”, diz Márcia. Para garantir a limpeza total das áreas íntimas depois do xixi e do cocô é preciso dar atenção a região na hora do banho, lavando com água corrente.

Uma opção que também ajuda na remoção de resquícios das necessidades é o lencinho de bebê. Segundo a ginecologista, os lencinhos umedecidos usados para limpar bumbum de bebês também podem ser usados por adultos. “A umidade aumenta a eficácia da limpeza e a textura do produto evita machucados por atrito”.

: Você pode usar papel higiênico, só não pode esfregar

Como saber se estou com alergia nas partes íntimas?

Geralmente, os sintomas de alergias surgem na vulva e não no canal vaginal. A coceira é um sinal dessas inflamações e costuma vir acompanhada de vermelhidão, inchaço e ardor.

Asked By: Robert Peterson Date: created: Nov 25 2022

O que o papel higiênico pode causar

Answered By: Francis Rogers Date: created: Nov 25 2022

RETIRE O PAPEL HIGIÊNICO DA SUA VIDA Alergia A Papel Higienico O Que Fazer Retire o papel higiênico da sua vida Já pensou que o papel higiênico pode não ser uma boa opção na hora da limpeza da região anal? O uso do papel higiênico é contraindicado e o mesmo pode ser um vilão da higiene anal. O uso do papel para limpar só espalha a sujeira.

Além do atrito, a maioria das pessoas esfrega bem e isso pode machucar a pele ocasionando dermatites, coceira, facilitar infecções e as hemorroidas podem ficar sensíveis e sangrar com mais facilidade. Então como fazer a higiene após a evacuação? A ducha higiênica é a melhor opção! O uso do papel só deve ser aceitável em situações atípicas, como o uso do banheiro fora de casa! Veja mais sobre esse tema no site da Clínica Digestiva – www.digestiva.com.br Postado por:, publicado em: 15/08/2021 Médico com residência médica em Cirurgia Geral, Coloproctologia e Endoscopia Digestiva.

Mestre e Doutor em Cirurgia. Membro Titular da Sociedade Brasileira de Coloproctologia e do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. : RETIRE O PAPEL HIGIÊNICO DA SUA VIDA

Qual o papel higiênico que não dá alergia?

Descrição –

  • O Papel Higiênico Cotton Folha Dupla Neutro traz toda inovação e conforto necessária para manter uma higiene adequada.
  • Com folhas duplas macias, garante um toque agradável na pele sem causar desconforto ou irritação em regiões sensíveis.
  • Neutro, diminui o risco de contaminações por fragrâncias que podem agredir ou causar alergia na derme.
  • Por ser picotado, ele facilita o corte do papel no momento do uso e garante mais economia.

Ah! O produtinho é feito 100% de fibras celulósicas. Compare as ofertas e garanta o seu! Disponível em embalagens com 4, 12, 16, 24 e 32 rolos de 30m cada.

Asked By: Cole Morris Date: created: Jan 26 2024

Pode passar Hipoglós nas partes íntimas

Answered By: Bernard Ramirez Date: created: Jan 27 2024

Crédito: Foto: Divulgação/Shutterstock Há algum tempo, blogueiras têm exposto nas redes sociais o uso de cremes e pomadas que são originalmente feitos para tratar algum tipo de problema de saúde ou de pele como produtos de beleza. Os campeões desses usos incomuns são os cremes contra assadura Hipoglós e Bepantol.

Mas será que eles têm mesmo função estética como se pensa? Foto: Divulgação/Shutterstock A dermatologista Renata Sitonio conta que é até possível fazer esse tipo de uso, mas é importante saber que tais produtos não funcionam como os cosméticos feitos exclusivamente para cuidados estéticos.”O que se espera de um produto com funções estéticas, de rejuvenescimento e prevenção de rugas é que ele penetre na pele e atue evitando a perda do colágeno e levando ao espessamento da pele que vai se tornando fina com o tempo, e as pomadas em questão não têm essa função”, adianta.No entanto, ela ressalta que elas podem, sim, participar dos cuidados estéticos, mas não devem ser os únicos produtos utilizados.

You might be interested:  Quem Tem Alergia A Brinco Pode Usar Piercing No Nariz

A jornalista Pamela Simplício é uma dessas pessoas que usam o Bepantol como hidratante. Ela conta que conheceu a pomada há cerca de seis anos, quando a usou para facilitar a cicatrização de uma tatuagem. Depois disso, pesquisou e leu em blogs outros possíveis usos.

Vejo muita gente dando dicas como usar na sobrancelha para acelerar o crescimento dos fios e na olheira para reduzir”, relata. Siga o Bazar nas redes sociais e saiba das novidades de gastronomia, turismo, moda, beleza, decoração, tecnologia, pets, bem-estar e as melhores coisas de Salvador e da Bahia: O mais comum para ela é passar como hidratante.

“Uso Bepantol para hidratar lábios, geralmente para dormir e coloco na olheira também, mas não percebo clarear. Mas hidrata e, se tiver inchaço, alivia”, afirma. A justificativa para isso vem da fórmula. De acordo com Renata, o Bepantol tem em sua base o Dexpantenol ou Pró-Vitamina B5, um hidratante potente que restaura a barreira natural da pele.

  • Seu uso está indicado para cicatrização de ferimentos leves como assaduras, queimaduras, arranhões, inflamações nos cantos da boca, as chamadas quelites, e ainda para a rachadura dos lábios que ficam ressecados”, diz.
  • Aproveitando o poder hidratante da fórmula, o laboratório responsável pelo Bepantol lançou a linha Derma, que tem versão líquida, indicada para hidratar os cabelos, e um regenerador labial, voltado especificamente para a pele dos lábios.

Outro queridinho das blogueira é o Hipoglós, pomada usada contra assaduras, principalmente nos bebês. Entres as muitas supostas novas funções estão clareamento da pele e proteção solar. A dermatologista Marilia Acioli conta que quem faz isso não está completamente errado.

  • Hipoglós é um protetor solar físico, tanto que muitos surfistas usam”, lembra.
  • Ela explica que não é exatamente pelos componentes químicos do medicamento, mas porque é tão espesso e gorduroso que cria uma barreira contra os raios do sol, além de não sair facilmente na água.
  • Segundo Renata, o Hipoglós também garante características hidratantes.

“É rico em óleos, além de Retinol e Óxido de Zinco, que são substâncias que formam uma camada protetora evitando, por exemplo, o contato da pele do bebê com fezes e urina. Além disso, promove a hidratação através do colecalciferol da fórmula (vitamina D)”, pontua.

  1. Foto: Divulgação/Shutterstock Outra “indicação” incomum do creme é para quem tem manchas escuras entre as pernas por causa do contato.
  2. Marilia diz que esse uso é bem mais próximo da finalidade do produto.
  3. É por isso que eles são usados em bebês”, diz.”Esse escurecimento de perna é atrito, comum em pessoas com pernas mais grossas.

O creme diminui o atrito e hidrata”, comenta. Segundo a dermatologista, apesar da possibilidade, existem hidratantes menos viscosos que cumprem o mesmo papel. E defende: “A chance de fazer a obstrução de poro é menor”. Cuidados Não é por serem medicamentos que essas pomadas fazem bem em qualquer lugar do corpo.

  1. Nisso as duas profissionais concordam.
  2. A pele não é a mesma em todo lugar”, lembra Marilia.
  3. A médica diz que o medicamento, mesmo que tenha propriedades hidratantes, pode fazer mal quando usado em determinadas regiões.
  4. Renata explica: “O Bepantol, por exemplo, não estimula a produção de colágeno, portanto não tem função estética.

Em jovens pode, inclusive, causar acne”. Como são ricos em óleo, o uso excessivo e frequente pode obstruir os poros e causar lesões na pele. “Com isso, é importante retirar o produto de manhã com um sabonete adequado para o seu tipo de pele e aplicar filtro solar em seguida”, aponta.

  1. Recomendo só usar se a pele estiver realmente seca e madura”, adverte a profissional.De acordo com Marilia, é importante também tomar cuidado com a área dos olhos.
  2. A pomada não deve entrar em contato com a mucosa, pode ocasionar uma conjuntivite”, reflete.
  3. Ineficaz Também entre os remédios que são usados fora de sua função primordial estão os cremes vaginais.

No entanto, ambas profissionais são assertivas quanto à eficácia desses produtos na pele: “Não funcionam”. De acordo com Renata, é mito a história de que cremes vaginais são indicados para tratar acnes, por exemplo, função comumente atribuída ao medicamento.

Cadastre seu e-mail e receba novidades de gastronomia, turismo, moda, beleza, decoração, pets, tecnologia, bem-estar, sexo e o melhor de Salvador e da Bahia, toda semana: Marilia comenta que a base pode não ter absorção igual na pele, já que a mucosa vaginal, região indicada para tais cremes, é completamente diferente da pele.

“Não serve e pode até prejudicar. Se tiver um corticoide, por exemplo, no creme vaginal, pode piorar o problema de pele. Logo, é totalmente contraindicado”, alerta. Sem misturebas As profissionais alertam também para o risco de misturas caseiras com os produtos.

Algumas blogueiras indicam receitas com algumas dessas pomadas”, comenta Pamela. Marilia conta que esse tipo de “receita milagrosa” pode causar danos à área do corpo aplicada por mexer com a formulação original do produto. “Para fazer efeito, ela precisa estar no veículo ideal, na concentração e no pH adequado, se você modifica isso, muda a substância, sua absorção, e pode acabar perdendo o sentido”, diz.

You might be interested:  Quem Tem Alergia A Proteina Do Leite Pode Comer Macarrão

“Não dá para ficar brincando de Professor Pardal”, brinca, lembrando o cientista personagem de Walt Disney.

Qual é a melhor pomada para alergia?

O que causa a coceira – As pomadas compostas por anti-histamínicos são geralmente indicadas para reações alérgicas que se manifestam na pele, dermatite de contato e picadas de inseto. Seu papel é bloquear a histamina, assim reduzem a dilatação dos vasos sanguíneos, a formação das lesões (bolhas e empolações), vermelhidão e sensação de queimação.

  1. Os principais fármacos usados são: Possui ação antimuscarínica para bloquear os receptores de histamina.
  2. Atua tanto na prevenção, quanto no alívio das manifestações alérgicas.
  3. É especialmente recomendado para urticária, rinite, coriza, conjuntivite, entre outros distúrbios de pele que causam coceira.
  4. É um anti-histamínico da segunda geração.

Trata-se de um potente antialérgico e anticolinérgico, que atua como um antagonista seletivo do receptor H1. Sua ação evita a histamina de se ligar a esse receptor, reduzindo a coceira. É um anti-histamínico de uso sistêmico que atua no sistema nervoso, pele e sistema respiratório.

  1. Os nomes comerciais das pomadas com esses compostos são Profergan, Fenergan e Polaramine.
  2. As pomadas compostas por anti-histamínicos são geralmente indicadas para reações alérgicas que se manifestam na pele, dermatite de contato e picadas de inseto.
  3. Seu papel é bloquear a histamina, assim reduzem a dilatação dos vasos sanguíneos, a formação das lesões (bolhas e empolações), vermelhidão e sensação de queimação.

Os principais fármacos usados são: Possui ação antimuscarínica para bloquear os receptores de histamina. Atua tanto na prevenção, quanto no alívio das manifestações alérgicas. É especialmente recomendado para urticária, rinite, coriza, conjuntivite, entre outros distúrbios de pele que causam coceira.

É um anti-histamínico da segunda geração. Trata-se de um potente antialérgico e anticolinérgico, que atua como um antagonista seletivo do receptor H1. Sua ação evita a histamina de se ligar a esse receptor, reduzindo a coceira. É um anti-histamínico de uso sistêmico que atua no sistema nervoso, pele e sistema respiratório.

Os nomes comerciais das pomadas com esses compostos são Profergan, Fenergan e Polaramine. Os corticoides são fármacos que reduzem as inflamações a partir da redução das atividades do sistema imunológico quando esse apresenta alguma resposta além do necessário.

  • Atuam principalmente na ação do hormônio cortisol que influencia nas atividades celulares da pele e tecidos.
  • Os corticoides tópicos (cremes e pomadas) são recomendados quando a coceira traz grande desconforto ou quando os tratamentos anteriores não surtem resultados eficazes.
  • As pomadas são comumente usadas como tratamento auxiliar nos casos de psoríase, eczemas em associação a antifúngicos.

Os fármacos mais comuns são: É usada no tratamento de dermatites em geral, doenças associadas à tireoide, artrite reumatoide, asma, asma, doença pulmonar obstrutiva crônica, entre outras. No caso das dermatites, a Hidrocortisona modifica a resposta imunológica, assim o organismo pára de “lutar” contra o agente externo.

Também libera mediadores endógenos para reduzir a inflamação da pele. Esse medicamento é um potente anti-inflamatório e imunossupressor, usado no tratamento de várias doenças de pele, alergias, asma, doença pulmonar, edema cerebral, entre outras. Age inibindo a ação dos mediadores endógenos da inflamação, como a histamina, cinina e enzimas, modificando a resposta imunológica.

A Desoximetasona é um fármaco da família dos corticosteróides tópicos. É recomendada principalmente para o alívio de diversas condições de pele, como erupções cutâneas e prurido, além de queimaduras, psoríase e eczema. Os medicamentos comercializados com essas substâncias são Berlison,Hidrocorte, Cortidex e Esperson.

Só devem ser usados com recomendação médica. Quando a coceira ocorre devido à secura extrema ou desidratação da pele, o dermatologista pode indicar pomadas com substância calmantes. O intuito é aliviar os sintomas da coceira, mas também ajudar na nutrição e hidratação da pele. As substâncias mais comuns dessas pomadas são: A calamina é um fármaco constituído de óxido de zinco e outros componentes, que agem no alívio do prurido.

Também reforçam as propriedades adstringentes e protetoras da pele. São comumente usadas de forma isolada ou como complemento a outros tratamentos para alergias, picadas de inseto, queimaduras e erupções cutâneas como catapora. A Alantoína age em mais de uma frente para reduzir a coceira.

  1. Possui propriedades anti-inflamatórias, calmantes e hidratantes.
  2. Atua como emoliente, formando uma camada protetora sobre a pele, evitando que perca água.
  3. Também é um agente calmante, ideal para peles sensibilizadas e irritadas Na drograria, as pomadas com esses compostos são popularmente vendidas com os nomes comerciais Calamyn, Ducilamina, Solardril, Caladry, Contractubex, entre outras.

Podem ser usadas em crianças e adultos. Qualquer alteração na pele é motivo de ligar o alerta. Se a coceira for exagerada ou causada por picada de inseto quando acompanhada de queda na pressão arterial, sensação de desmaio ou tontura é necessário procurar ajuda médica com urgência. Fora esses casos, o paciente pode aguardar um pouco, mas deve procurar o dermatologista para avaliar a causa da coceira.

  • UM POUCO SOBRE A DRA.
  • CRM-SP 156490 / RQE 65521
  • Médica dermatologista, com Residência Médica pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP-EPM).

Especialização em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês. Fellow em Tricologia, Discromias e Acne pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Pós-Graduação em Pesquisa Clínica pela Harvard Medical School – EUA AGENDAMENTO ONLINE

Related Question Answers