Asked By: Francis Ross Date: created: Sep 26 2023

Qual o melhor piercing para quem tem alergia

Answered By: Anthony Rodriguez Date: created: Sep 26 2023

Loka do Piercing Procure sempre entender sobre o material que você está escolhendo para adornar seu corpo, como qualidade e se você pode ser alérgico a tal. • AÇO CIRÚRGICO Aço cirúrgico é uma variação excepcional do metal que tem resistência à oxidação, o que faz a joia durar muito mais tempo.

  1. O que vai indicar que a joia é inoxidável é o seu valor, e o aço cirúrgico possui o valor 316L.
  2. Isso significa que o metal possui baixo teor de carbono e passou por um derretimento a vácuo, um método seguro que evita qualquer tipo de elementos contaminantes na superfície da joia.
  3. Mesmo assim é interessante lembrar que ele é composto por uma pequena taxa de níquel, e pode sim ser alérgico em pessoas sensíveis a este componente.

Este metal não oxida, não descasca, não escurece, permitindo o contato com a água salgada e maresia. • AÇO CIRÚRGICO PVD Revestimento PVD (Deposição Física a Vapor) é um processo de deposição, de uma fina camada, para um revestimento a vácuo. A coloração é vaporizada em um vácuo sob altas temperaturas (ou por bombardeamento de íons) e então é deixado para se condensar ao redor do objeto, molécula por molécula.

  1. O resultado final sob uma peça em aço cirúrgico 316L, é uma joia de coloração diferenciada, que não preteja ou descasca.
  2. Pode ocorrer de perder o polimento da peça com o tempo de uso, então é importante evitar utilizar produtos químicos na joia, e contato com a água salgada e maresia.
  3. O processo de coloração por PVD pode atingir vários tons, atualmente trabalhamos com o DOURADO e PRETO.

• TITÂNIO Além de ser altamente resistente a corrosão, o titânio também é um dos metais mais seguros para quem tem alergias. Isso porque ele é totalmente livre de níquel e de outros metais que podem provocar irritações ou alergias na sua perfuração. É um metal de uso médico, para implantes cirúrgicos, e atualmente, o mais indicado para perfurações corporais.

O polimento também é diferenciado, proporcionando uma superfície lisa, o que também conta para uma boa cicatrização. Além disso, o metal pode ter diferentes colorações, através da anodização, o que permite uma variedade maior de estilos. – ANODIZAÇÃO (TERMOS E CONDIÇÕES) O processo de anodização se dá através de uma reação eletrolítica que cria uma camada de óxido ao redor da liga de titânio, colorindo a joia a depender da voltagem aplicada.

Muitos fatores podem interferir nesse processo, entre eles: temperatura do ambiente, temperatura da água, tipo de manufatura da joia, polimento, entre outros. Por esse motivo as cores resultantes podem não ser idênticas ao que é mostrado em nossa tabela e algumas joias podem apresentar pequenas manchas resultantes dessas variáveis que nem sempre podemos controlar.1.

A tabela de cores mostrada em nosso site é apenas uma tabela de referência, não sendo as cores necessariamente idênticas ao mostrado na tela.2. A cor Gold (65v) não reflete a cor de uma joia de ouro ou em PVD Gold. O tom é apenas aproximado ao dourado, sendo mais claro e amarelo do que a cor natural dourada.3.

Anodizações em cores acima de 65 Volts tendem a ficar mais manchadas na liga de titânio.4. Cores mais escuras não simulam a intensidade da cor preta.5. Dependendo de como a joia é usada, do pH do suor da pessoa, do uso de produtos químicos de higiene e coloração de cabelo que entrem em contato com a liga metálica, entre outros fatores, a cor desse processo pode se desgastar ao longo do tempo sendo necessário uma reanodização.6.

Joias em aço cirúrgico e em PVD não são anodizáveis. • OURO 18K Um metal tradicional, muito utilizado para fabricação de joias e de muita procura, principalmente para as amantes de joias douradas. O ouro 18 quilates, tem 75% de ouro em sua composição e 25% de outras ligas metálicas (geralmente cobre, prata, zinco e níquel), esta liga é necessária para tornar o material mais durável e brilhante, mas varia de joalheria para joalheria.

Atualmente trabalhamos com ouro amarelo e branco, e na maioria das nossas peças a haste é em titânio, como consta nas descrições. Em caso de demais dúvidas, estamos disponíveis através de nossos canais de atendimento, conte com nossa equipe ♥ : Loka do Piercing

Qual tipo de piercing que não dá alergia?

Materiais para perfuração – Nós destacamos três materiais ideais para a realização da perfuração do piercing. São eles: Aço cirúrgico, Titânio e Nióbio, Esses materiais são os mais indicados, pois, são materiais biocompatíveis, ou seja, amigos do corpo.

Quem tem alergia a bijuteria pode colocar piercing?

O níquel é o principal componente sensibilizante das bijuterias. Os piercings de aço cirúrgico possuem em sua composição, baixa quantidade dessa substância. Por esta razão, a chance de complicação existe, porém é baixa.

Quem não pode fazer piercing?

O piercing é usado unicamente por questões estéticas, mas se não for feito dentro de todo um procedimento regular e a pessoa e não cuidar da cicatrização podem acontecer graves problemas, conforme alertam especialistas. Além de causar problemas extremos, como o caso da jovem Layane Dias, 20 anos, infectada por uma bactéria que a deixou paraplégica e que entrou no organismo dela por causa de um piercing que colocou no nariz, conforme a BBC Brasil, a falta de cuidado pode causar diversos outros problemas à saúde.

  1. Segundo a dermatologista Milena Fortunato, integrante da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico Cirúrgica, “se o procedimento for feito em alguma clínica sem seriedade, o principal risco é a contaminação pelo material e os riscos de se adquirir doenças como HIV e hepatite”.
  2. Já o infectologista Paulo Olzon afirma que a falta de cuidados durante ou depois da aplicação do piercing pode causar infecções por bactérias, podendo atingir diversos níveis.

“Por exemplo, se colocar na orelha, uma infecção pode causar até a perda da orelha”, explica. Leia também: Viciada em piercing curte ficar suspensa por ganchos presos à pele De acordo com Olzon, qualquer processo precisa ter todos os cuidados, principalmente com o material utilizado.

  1. Se for feito com rigor, tanto pelo estabelecimento responsável por colocar, como pela pessoa que vai usar o piercing, é possível viver sem ter nenhum tipo de problema.
  2. Milena afirma que a pessoa que quiser fazer o procedimento precisa “procurar sempre realizar o procedimento em local limpo, onde os materiais sejam esterelizados e preferencialmente descartáveis, fazer a limpeza correta do local antes do procedimento, para evitar infeção secundária, e tomar os cuidados pós-procedimento”.

A dermatologista ainda destaca que algumas pessoas precisam ter cuidados redobrados se quiser usar piercing. “Pessoas com tendência a queloide e/ou cicatriz hipertrófica devem evitar a colocação, pelo risco de desenvolver alguma dessas alterações no local do furo”.

Asked By: Joseph Cox Date: created: May 07 2023

É melhor furar o nariz com argola ou Pedrinha

Answered By: Diego Anderson Date: created: May 07 2023

Beleza, Cabelos Ondulados e Moda: Qual o melhor piercing para o nariz? Argola ou pedra? Aubra Joias Oiiii meus amoooores!♥ Tudo bem com vocês? Eu espero que esteja tudo uma maravilha. O piercing é um acessório que não se sabe exatamente quando surgiu.

  • Foi usado durante os séculos para apresentar rituais sagrados ou status de alguma pessoa nobre dentro daquela sociedade.
  • As culturas que mais utilizavam desse item eram os Maias, Astecas, Egípcios e Indianos, Fonte:,
  • Esse acessório ganhou um status de “obscuro” e não foi mais visto com bons olhos durante o século XX.
You might be interested:  Qual A Melhor Tinta De Cabelo Para Quem Tem Alergia

Até a década de 1960, no movimento hippie, a peça voltou a ser utilizada em massa. Nos dias de hoje, o piercing é visto como um adereço fashion, estiloso e descolado, Apenas para compor o look ou demonstrar algum aspecto da personalidade de quem utiliza.

Moda foto criado por halayalex – br.freepik.com

É extremamente comum encontrar os adolescentes e jovens usando esses acessórios no nariz, Geralmente são usados na lateral do nariz ou no septo (abaixo das narinas). As principais opções são as argolas e as pedras (também conhecida como nostril ). O piercing de argola é simples e é o que mais passa imagem de moderno e fashion.

  • Pode ser usado tanto na lateral do nariz quanto no septo.
  • Geralmente o piercing da região do septo tem detalhes em pedras.
  • Já o piercing de nostril, é conhecido pelos seu detalhe único de pedra, a zircônia e pode variar de tamanho e cor.
  • É um modelo muito clássico dos anos 2000.
  • Dicas importantes: tenha preferência pelos piercing de ouro ou folheados e hipoalergênicos,

A tem vários modelos de 18k em ouro e ouro branco, Separei os seis modelos de piercing que varia entre as argolas e nostril para que você possa escolher o seu preferido.

Ilustração: Brittany England. Imagem: Amanda Silva (@batomdamanda)

O tamanho dos piercing varia entre 0,8cm e 1,2cm. Você pode (e deve!) ajustar ao seu nariz. Existem modelos de nostril com o detalhe em formato de estrela e coração. A está há 15 anos no mercado e há 8 anos no comércio on-line, a loja sempre está disposta a entregar o melhor produto, com qualidade, confiança e organização para a melhor satisfação do cliente.

Asked By: Simon Johnson Date: created: Nov 06 2023

Qual o melhor tipo de piercing para nariz

Answered By: Reginald Green Date: created: Nov 08 2023

Uma dica legal é nunca usar jóias de prata assim que furar o nariz, porque a tendência delas é oxidar e isso pode acabar manchando a sua pele. O ouro ou o aço cirúrgico são os mais recomendados porque a chance do corpo rejeitar é menor e a cicatrização ocorre de forma mais segura.

Asked By: William Morris Date: created: May 29 2023

Qual o piercing mais usado no nariz

Answered By: Fred Lee Date: created: Jun 01 2023

Piercing de nariz de ouro tradicional O tipo de piercing mais tradicional e popular é aquele usado na aba nasal, também chamada de nostril.

Qual o piercing mais seguro?

Orelha e sobrancelha são os lugares menos arriscados.

Asked By: Hayden Gonzales Date: created: Oct 02 2023

Como saber se tenho alergia a aço cirúrgico

Answered By: Geoffrey Campbell Date: created: Oct 02 2023

A alergia a metais manifesta-se com erupção cutânea, coceira, vesículas, vermelhidão e descamação. Cronicamente a pele pode tornar-se ressecada ou endurecida e com rachaduras. A dermatite ocorre na área da pele que esteve em contato com o metal, porém pode aparecer em outros locais do corpo.

Quem tem alergia a níquel pode usar piercing?

Bem Estar desta segunda-feira (24) explicou como evitar reações alérgicas. Além do níquel, leite, camarão, detergente e até esmalte causam alergia. – Você já ouviu alguém falar que não pode usar bijuteria porque tem alergia? Há quem acredite ainda que não pode colocar nem uma corrente de ouro que já pode sofrer alguma reação.

No Bem Estar desta segunda-feira (24), a dermatologista Márcia Purceli e a alergista Ariana Yang explicaram que o ouro não é o causador do problema, mas sim o níquel, um metal que pode estar presente em bijuterias, óculos, relógios, botão de calças e até misturado no ouro. Segundo a alergista Ariana Yang, a alergia a níquel é uma das mais comuns, principalmente nas mulheres.

Quem tem esse problema, no entanto, não deve insistir em usar acessórios que dão reações, como alertou a dermatologista Márcia Purceli, porque além da coceira, eles podem até criar processos inflamatórios. Outra reação que os acessórios podem causar é o escurecimento – o telespectador Pablo, do Rio Grande do Sul, enviou um vídeo ao programa querendo saber por que sua pele fica escura bem no local onde passa a corrente de prata.

Segundo a dermatologista Márcia Purceli, pode ter ocorrido uma pigmentação causada pela oxidação da prata, que levou ao escurecimento da pele do Pablo, mas isso não é necessariamente uma alergia (confira a explicação no vídeo acima), Essa oxidação acontece por causa da reação do enxofre com a prata – o enxofre pode vir da poluição ou do suor e, em contato com a prata, causa essa reação, como explicou o químico Luís Fernando Pereira na reportagem da Renata Cafardo (veja no vídeo ao lado),

Segundo o especialista, quando ocorre esse processo, a prata perde elétrons. Para devolver esses elétrons, uma das melhores opções é o alumínio. Baseado nisso, existe uma dica para evitar o escurecimento e limpar os acessórios – é só fazer uma mistura de bicarbonato de sódio e sal de cozinha, diluída em água, embalar os objetos em papel alumínio e colocá-los em uma vasilha também de alumínio.

  1. A água deve estar morna, de acordo com o químico.
  2. Após meia hora, mais ou menos, a prata já parece nova, como mostrou a reportagem.
  3. De acordo com a alergista Ariana Yang, fora o níquel, existem outras substâncias que também costumam provocar reações, como o leite e o camarão, por exemplo.
  4. A médica explicou que a alergia acontece por causa da genética e também por fatores ambientais da vida do paciente.

A diferença é que, para alguns, as reações podem ser mais leves ou mais graves. No caso da Fernanda, por exemplo, mostrada na reportagem da Carla Suzanne, de Sergipe, as reações alérgicas por causa da maquiagem começaram a aparecer quando ela estava no segundo dia de trabalho em uma loja.

  1. Iniciou com uma coceira que deixava os olhos inchados e vermelhos e passou para os lábios, que ficavam muito ressecados.
  2. Ela tentou trocar a marca dos produtos, mas não adiantou e ela precisou diminuir o uso, por recomendação médica.
  3. Desde então, ela passou a usar apenas produtos hipoalergênicos de forma moderada e teve também que parar de usar esmaltes, que também causavam alergia (confira no vídeo acima),

De acordo com a dermatologista Márcia Purceli, cosméticos e esmaltes costumam levar a uma dermatite de contato, que pode gerar alterações na pele, como inchaço e eczema. Nesse caso, a reação só acontece onde o alérgeno encosta e geralmente começa com uma coceira, depois vermelhidão, podendo deixar a pele áspera, inchada e descamada.

  1. O grau máximo de alergia, nessa situação, é a formação de bolhas.
  2. Dependendo do nível, o paciente pode usar compressa de água fria, medicamento ou precisar ir até a um pronto-socorro.
  3. Para confirmar esses tipos de alergias, o paciente pode fazer um teste no consultório, em que são colocados adesivos na pele com supostos alérgenos pelo período de 48 horas.

Depois, ele retorna ao médico para verificar se houve alguma reação, como explicou a alergista Ariana Yang. Se o paciente for alérgico à penicilina, por exemplo, é importante que ele coloque uma etiqueta na sua identidade com essa informação para caso seja levado desacordado para uma emergência hospitalar, os médicos saberão que não podem usar essa substância (clique aqui e veja como imprimir a etiqueta).

De maneira geral, as médicas alertam que a maioria das alergias não têm tratamento e, a partir do momento que o paciente descobre o problema, é preciso evitar o contato com a substância causadora. Em caso de reação na pele, é bom colocar uma compressa com gelo ou alguma pomada indicada pelo médico (veja no vídeo),

Por que o antialérgico dá sono? Quando há uma reação alérgica, o corpo libera histamina, substância que combate algo que o organismo considera estranho ou nocivo. As células têm receptores que recebem a histamina e avisam que há algo errado por meio das reações, que podem ser placas vermelhas na pele ou coceira, por exemplo.

You might be interested:  Quem Tem Alergia A Ovo Pode Fazer Botox

Quando o antialérgico é tomado, ele bloqueia esses receptores de histamina, impedindo que as reações aconteçam. O problema é que o medicamento também chega ao cérebro, que também tem receptores de histamina, mas não produz histamina. Ou seja, quando esses receptores são fechados, o paciente pode sentir sono.

No entanto, são apenas alguns antialérgicos que dão sono, como alertou a dermatologista Márcia Purceli.

Asked By: Austin Ross Date: created: May 03 2023

O que fazer para cicatrizar mais rápido o piercing no nariz

Answered By: Simon Gonzales Date: created: May 03 2023

Pós tratamento para cicatrização do piercing no nariz – O pós tratamento do piercing no nariz deve ser feito até que o piercing esteja completamente cicatrizado. Uma vez que o seu piercing parece curado e cicatrizado, é bom estender o pós tratamento por mais uma semana, porque ele pode não estar totalmente curado, mesmo que pareça estar.

Os cuidados posteriorem com o piercing é voltado para a higienização da área. Diariamente, enquanto seu piercing no nariz cicatriza, limpe-o com a solução salina durante alguns minutos, por pelos menos duas vezes ao dia. Á água com sal é um anti-séptico que não deixará com que haja acúmulo de bactérias e diminuir o risco de infecções.

Além da solução salina você pode utilizar produtos para garantir a cicatrização do piercing no nariz de forma rápida e segura.

É perigoso colocar piercing no nariz?

O piercing no nariz é muito perigoso. E nem é bonito É uma porta de entrada de microorganismos que podem causar uma infecção desastrosa. É bem comum que se coloque piercing nas laterais, acima das asas do nariz. Há quem coloque piercing no septo nasal, aquela parte do meio das narinas chamada columela.

Quais os riscos de um piercing no nariz?

Quais riscos de um piercing no nariz? – Os riscos sempre vão existir nesse tipo de procedimento, afinal você está causando uma ferida na sua pele. É preciso ficar atento as mudanças da pele para que não haja nenhum tipo de infecção no piercing do nariz no processo de cicatrização.

  1. Os riscos do piercing no nariz, além da infecção, podem ser pequenas protuberâncias no nariz que desaparecem sem problemas depois de um período de tempo.
  2. Se você tiver um piercing no septo, você pode contrair hematoma septal.
  3. Ou seja, você ficará com hematomas e sangramentos na área do septo.
  4. Este tipo de risco deve ter toda a sua atenção, pois pode causar problemas respiratórios, inchaço e entupimento nasal.

Se notar qualquer sinal desse problema, procure um médico imediatamente. Pode acontecer também a migração e rejeição do piercing do nariz, mesmo não sendo um perigo para sua saúde e bem-estar, poder ser uma enorme frustração. Pois você, gastou dinheiro para ter o seu piercing, se sujeitou a passar por toda a dor e no final descobre que não poderá continuar com a jóia pois o seu organismo rejeitou.

Quais são os riscos de colocar piercing no nariz?

Nesta semana, uma jovem de 20 anos morreu após ter uma infecção generalizada, supostamente causada por um piercing aplicado no nariz, Nesta quinta-feira, o hospital negou a relação entre a colocação da joia e a fatalidade mas, ainda assim, o ocorrido gerou dúvidas sobre como cuidar do acessório.

  • Especialistas explicam que, ainda que o caso não seja comum, ele não é improvável.
  • Separamos algumas dicas e cuidados a serem levados em consideração para evitar complicações com esses furos.
  • Para a dermatologista Ana Carolina Sumam, a região do rosto é uma área sensível e conectada, via corrente sanguínea, a outras partes do corpo, como o cérebro.

De acordo com a especialista, por conta da vascularização da região do nariz e ao redor da boca, esses vasos sanguíneos têm “acesso” ao cérebro. “Entre as possíveis complicações que as perfurações podem causar estão os processos inflamatórios, infecciosos e até sangramento”, ressalta a especialista.

Como é a dor de furar o nariz?

Piercing no Nariz – Conheça Todos os Tipos e Cuidados | Blog Oscar Quem gosta de piercing não nega o charme de uma pedra ou argolinha no nariz, dando um ar todo especial ao visual. Quem Tem Alergia A Brinco Pode Usar Piercing No Nariz Fonte: Pinterest Se existe uma pergunta que quase todo mundo faz antes de colocar um piercing nessa região do rosto, com certeza é essa. No entanto, é importante que você saiba que não existe uma resposta exata para ela. A sensibilidade à dor é bastante variável de pessoa para pessoa, e assim como existem os que dizem que não sentiram nada, também existem aqueles que relatam dores de média ou alta intensidade.

  • Nos primeiros dias depois de coloca – lo é comum sentir um pouco de incômodo ou inchaço no local.
  • Se você já conhece o seu corpo, consegue imaginar como poderia ser essa sensação para você.
  • Vamos contar mais algumas coisas importantes sobre esse tipo de piercing, para te ajudar a fazer a melhor escolha.

Os modelos mais comuns são o piercing de argola e o de pedrinha, bem discreto. Mas existem outros modelos que também são lindos e atendem os mais diversos gostos. Veja quais são os tipos e as regiões onde são colocados: Quem Tem Alergia A Brinco Pode Usar Piercing No Nariz Fonte: Pinterest Quem Tem Alergia A Brinco Pode Usar Piercing No Nariz Fonte: Pinterest

Third eye (Terceiro olho)

Quem Tem Alergia A Brinco Pode Usar Piercing No Nariz Fonte: Pinterest Quem Tem Alergia A Brinco Pode Usar Piercing No Nariz Fonte: Pinterest Quem Tem Alergia A Brinco Pode Usar Piercing No Nariz Fonte: Pinterest Quem Tem Alergia A Brinco Pode Usar Piercing No Nariz Fonte: Pinterest Quem Tem Alergia A Brinco Pode Usar Piercing No Nariz Fonte: Pinterest Quem Tem Alergia A Brinco Pode Usar Piercing No Nariz Fonte: Pinterest

Hight nostril (Alto nostril)

Quem Tem Alergia A Brinco Pode Usar Piercing No Nariz Fonte: Pinterest Fonte: Pinterest Fonte: Pinterest Fonte: Pinterest Fonte: Pinterest Fonte: Pinterest O preço depende bastante da região onde você mora, da experiência e prestígio do profissional e do tipo de joia que você vai escolher, podendo variar entre R$ 100,00 e R$ 500,00 em grande parte das vezes.

  1. Não existe uma regra, então você pode colocar no lado que achar melhor.
  2. Porém, a medicina Ayurvédica defende que, quando aplicado na narina esquerda, o piercing pode ajudar a diminuir a dor do parto.
  3. Por isso é bastante comum ver mulheres usando o acessório desse lado.
  4. O que deve ser observado com bastante atenção é se há algum outro sintoma além de um pouco de incômodo ou inchaço no local, que são comuns nos primeiros dias.

Em caso de dor muito intensa, ardência ou vermelhidão, pode ser que exista uma inflamação, sendo necessário buscar ajuda médica. Durante cerca de três semanas depois da aplicação, alguns cuidados são fundamentais para o resultado ficar bonito e você não ter complicações:

Nunca tocar no local com as mãos sujas; Limpar bem com água limpa ou, de preferência, com soro fisiológico, pelo menos 3 vezes ao dia; Tomar bastante cuidado ao trocar de roupa, para não correr o risco de enroscar e acabar machucando; Não usar cremes ou maquiagem; Evitar praia e piscina, já que esses locais podem ter bactérias que causam inflamações; Usar uma pomada bactericida ou cicatrizanteo, de acordo com a orientação do profissional.

E o cuidado mais importante de todos: escolha bem o local e profissional com quem você vai fazer a colocação desse acessório. Certifique-se de ser um ambiente limpo e jamais deixe que alguém se aventure ou faça testes com você, sem que seja um profissional especializado e com boas referências. E então? Criou coragem depois de ver as nossas dicas?

O que não pode fazer depois de furar o nariz?

– Embora o piercing seja um acessório estético, ele também necessita de cuidados. Quando incluímos uma joia em qualquer parte do corpo, estamos lesionando um pedaço da nossa pele. Que resulta em um processo de reação inflamatória, como forma de enfrentar ao ferimento, buscando tratar a área ferida.

You might be interested:  Quem Tem Alergia A Dipirona Pode Tomar Simeticona

Procure higienizar 3 vezes ao dia. Usar um sabonete antisséptico como Protex, que elimina 99,9% das bactérias* naturalmente. Lave bem as mãos antes de mexer na joia. Mexa na joia, com cuidado, é normal aparecer alguma secreção ou vermelhidão. Caso você tenha uma dor maior, que apresente febre ou pus saindo do seu piercing, procure um médico. Lave bem o local com soro e sabonete antibacteriano, utilizando um cotonete ou gaze para evitar inflamações da área perfurada. Retire qualquer resíduo do local, cuidando para não bater. Utilize um cotonete seco para retirar a umidade. Caso seja necessário, utilizar um creme cicatrizante, indicado pelo profissional que realizou o furo. Mantenha o local do furo arejado e seco. Não durma em cima do local perfurado. Não use roupas apertadas sobre a perfuração. Evite nos primeiros 3 dias esportes de luta ou natação. Evite lesionar o local, caso aconteça faça uma compressa com soro fisiológico. Não retire a casquinha, ela faz parte de uma cicatrização saudável.

Pós cicatrização

Procure higienizar de 2 a 3 vezes ao dia. Usar um sabonete antisséptico como Protex, que elimina 99,9% das bactérias* naturalmente. Lave bem as mãos antes de mexer na joia. Remova o piercing para higienização da joia e do local. Lave bem o local com soro e sabonete antibacteriano. Utilize um cotonete seco para retirar a umidade.

E lembre-se de seguir com atenção as instruções recomendadas pelo profissional que colocou o piercing. Quanto tempo leva para cicatrizar? O tempo de cicatrização completa do piercing pode variar de pessoa para pessoa. Vai depender do local onde a joia está inserida, do cuidado com a higienização, da idade e da saúde. Em certas partes do corpo ela pode levar poucas semanas ou meses, e outras pode chegar a um ano. Confira o tempo de cicatrização para os lugares mais comuns de piercing.

Parte do corpo Tempo de cicatrização
lábio 2 a 6 semanas
língua 4 a 6 semanas
bochecha 2 a 3 meses
sobrancelha 2 a 5 meses
lóbulo da orelha 1 a 3 meses
umbigo 3 meses a 1 ano
nariz 2 meses a 1 ano
mamilo 4 meses a 1 ano

Manter uma higienização constante é fundamental para uma boa cicatrização. Protex e sua fórmula ajudam a eliminar 99,9% das bactérias e o vírus da COVID-19*. Experimente o sabonete antibacteriano Protex Ômega 3, sua fórmula é enriquecida com ingredientes conhecidos por suas propriedades nutricionais. Quem Tem Alergia A Brinco Pode Usar Piercing No Nariz Protex Ômega 3, sabonete antibacteriano, sensação nutritiva. Oferece proteção antibacteriana natural com óleo de linhaça. Este artigo tem como objetivo promover a compreensão e o conhecimento sobre temas gerais de higiene. Não tem a intenção de substituir aconselhamento profissional, diagnóstico ou tratamento.

Como cuidar do piercing no nariz para não dar quelóide?

2. Limpe a região do furo – Faça a limpeza da região três vezes ao dia, pelo menos, sobretudo se a região produzir muito sebo, como é o caso do rosto. O produto mais recomendado para limpar a área do furo é o sabão glicerinado ou qualquer outro que tenha pH neutro, No caso de aparecer crosta ou secreção, higienize a região ao redor do furo com soro fisiológico no cotonete ou algodão.

Qual melhor piercing para não inflamar?

3.Use joias adequadas: – Use joias de boa qualidade que sejam dos seguintes materiais: aço cirúrgico, titânio ou nióbio. Outros tipos de jóias podem causar irritação na pele e não permitir a cicatrização. Em casos frequentes de inflamação, tente utilizar jóias que permitam que o ar circule livremente para ajudar na cicatrização.

Qual o piercing que menos inflama?

Nível Dor I – Tá tranquilo. Tá favorável. Portanto, se você não pouca ou “nenhuma” dor, você deve começar por piercings nos seguintes lugares: lóbulo da orelha, lábio, sobrancelha e o piercing smiley. Essas partes do corpo doem menos, devido a quantidade de pele nessas regiões. Logo, será mais confortável para você perfurar.

Qual piercing inflama menos?

Quem Tem Alergia A Brinco Pode Usar Piercing No Nariz Imagine a seguinte situação. Você sonhou em colocar um piercing, olhou várias inspirações e fez a perfuração, mas o piercing inflamou. Triste, não é? Parece que o sonho se torna um pesadelo. Aí surge a dúvida. Como cuidar do piercing inflamado? Será que é melhor tirar o acessório? Preciso ir ao médico? Calma! Estamos aqui para esclarecer todas essas questões.

  • Primeiro, vamos te dar boas notícias.
  • Existem locais do corpo que inflamam menos.
  • Assim, se é a sua primeira experiência com o acessório, saiba que os piercings de furo na orelha tem menos chances de infamar.
  • Mas para te ajudar a saber o que fazer nessa hora, preparamos esse post com tudo que você precisa aprender para saber como cuidar de piercing inflamado do jeito certo.

Então vem conferir!

Asked By: Adrian Richardson Date: created: Oct 27 2023

É possível ter alergia a titânio

Answered By: Peter Sanchez Date: created: Oct 28 2023

Reações alérgicas aos implantes osseointegráveis de titânio

AUTORES Júlio César Silva de Oliveira Mestrando em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial – Faculdade de Odontologia de Araçatuba, Unesp. Juceléia Maciel Mestranda em Implantodontia – Faculdade de Odontologia de Araçatuba, Unesp. Adrieli de Paula Neves Mestranda em Periodontia – Faculdade de Odontologia de Araçatuba, Unesp.

Idelmo Rangel Garcia Júnior Professor adjunto do Depto. Cirurgia e Clínica Integrada – Faculdade de Odontologia de Araçatuba, Unesp. Celso Koogi Sonoda Professor adjunto do Depto. Cirurgia e Clínica Integrada – Faculdade de Odontologia de Araçatuba, Unesp.

Eduardo Piza Pellizzer Professor adjunto do Depto. Prótese Dentária – Faculdade de Odontologia de Araçatuba, Unesp. RESUMO Os implantes de titânio vêm sendo rotineiramente utilizados na clínica, aumentando proporcionalmente os casos de reações alérgicas a este material. Objetivos: alertar os cirurgiões-dentistas e especialistas sobre este fenômeno a partir da revisão da literatura.

Material e métodos: foram incluídos trabalhos na língua inglesa publicados de janeiro de 1990 a maio de 2013, usando-se as palavras-chave “implantes dentários”, “titânio” e “alergia”, envolvendo casos clínicos e estudos experimentais/clínicos relacionados estritamente aos implantes dentários de titânio.

Artigos escritos em outras línguas e textos como cartas ao editor foram excluídos. Resultados: dos 22 artigos recuperados, apenas sete foram considerados, sendo 4 casos clínicos e 3 de estudos experimentais. Nos casos clínicos, as lesões encontradas foram: edema, lesão eritematosa, queilite exfoliativa, eczema facial e bucal.

Nos estudos experimentais, urticária e dermatite foram encontradas. O menor tempo de manifestação da sintomatologia variou entre uma semana e seis meses. O teste de Patch não foi realizado em dois trabalhos clínicos. Apenas um estudo verificou histologicamente a ausência de reação alérgica.

  1. Conclusão: dentro dos limites da literatura disponível, a alergia ao titânio é extremamente rara e parece estar relacionada ao gênero feminino.
  2. Mais estudos experimentais controlados são necessários para responder esta questão.
  3. Unitermos – Implantes dentários; Titânio; Alergia.
  4. ABSTRACT Titanium dental implants have been common practice in the dental offi ce, which can increases the number of allergic reactions to this material.

Objectives: to alert dental surgeons and specialists of this possible phenomenon through a literature review. Material and methods: an electronic search at PubMed was performed with the keywords “dental implants”, “titanium”, and “allergy” from January 1990 to May 2013.

  • Only articles published in the English language were included.
  • Letters to editor were excluded.
  • Results: from the 22 initially retrieved articles, only 7 were included, being 4 clinical case reports and 3 experimental studies.
  • For clinical cases, the reactions included edema, erythema, exfoliative cheilitis, and eczema.

Regarding experimental studies, skin rash and dermatitis were reported. A patch test was not used in two clinical reports. Only one study used histological analysis to attest the lack of allergic reactions. Conclusion: within the limits of the available literature, allergic reactions to titanium dental implants are extremely rare and seem to be related to the female gender.

Related Question Answers